Pular para o conteúdo principal

O que é uma rede Mesh?

Intelbrás



A rede mesh é a última novidade para usuários que precisam de mais alcance e estabilidade no sinal do Wi-Fi. Já utilizada há alguns anos em ambientes específicos, como bases militares e grandes corporações, especialmente em países da Ásia, Estados Unidos e Europa, a rede mesh chegou ao Brasil recentemente e agora está disponível também para o uso residencial e para pequenas empresas.[/caption] 

Em inglês, mesh significa “malha” e por aí podemos definir um pouco de seu funcionamento. A ideia principal é criar um sistema Wi-Fi que gerencia automaticamente todos os seus dispositivos melhorando a velocidade, a cobertura e a distribuição do sinal.

Mas o que essa nova tecnologia tem de tão diferente da que usamos até agora? E como ela pode melhorar o sinal de internet wireless na sua casa ou escritório? Para ficar mais claro, vamos explicar o funcionamento e as vantagens da rede mesh. 

O funcionamento da rede mesh

A rede mesh pode ser entendida como um sistema de Wi-Fi distribuído inteligente que elimina as ‘zonas mortas’ de sinal, disponibilizando muito mais velocidade e conectividade a áreas maiores de cobertura. Assim, seus dispositivos que provem a rede wireless acabam sendo muito mais do que roteadores e repetidores. Eles formam uma única rede, distribuída em nós (pontos de acesso) em que os usuários podem se conectar, sem qualquer distinção (por exemplo, nomes diferentes de rede Wi-Fi) e sem perda de sinal e velocidade ao se afastar do dispositivo principal, onde o ponto de internet está conectado.

Para exemplificar: o usuário pode se locomover no espaço entre diferentes pontos sem perder a conexão ou sequer perceber qualquer mudança, já que há uma transição inteligente entre os pontos de acesso. Ou seja, ele pode ir do primeiro andar para o segundo sem sair da rede Wi-Fi, ou sem ter que forçar a conexão com a rede com sinal mais forte, como acontece quando se utilizam repetidores de sinal. O sistema mesh faz essa transição entre seus nós de forma sincronizada logo que identifica a movimentação. A análise das diversas possibilidades de rotas para o fluxo de informações também é instantânea, definindo sempre o melhor caminho – de forma mais rápida e com a menor perda de pacotes – para chegar até o usuário.

Vantagens de usar redes mesh

Além de oferecer um sinal de Wi-Fi de maior alcance e estabilidade, o sistema mesh apresenta mais vantagens. Veja algumas delas:
  • Facilidade de uso e gerenciamento da rede – As redes mesh são mais fáceis de administrar pois são totalmente automatizadas. A verificação do melhor ponto para dar velocidade à conexão dos dispositivos é feita de forma a garantir sempre o melhor desempenho. Além disso, o gerenciamento da rede pode ser realizado por meio de aplicativos para smartphones, permitindo, por exemplo, criar redes para visitantes, cortar ou limitar o acesso a determinadas redes criadas, direcionar a velocidade para dispositivos específicos etc., conforme veremos nos itens abaixo;
  • Conexão simplificada – Com uma rede mesh, a reconexão constante não ocorre mais, mesmo que o usuário mude de localização. Como todos os pontos do sistema de malha transmitem o mesmo sinal, o ‘delay’ na troca de pontos de acesso é imperceptível para o usuário;
  • Melhor transmissão de dados e alcance da rede – Nos roteadores comuns o sinal wireless é irradiado sempre para todos os lados, por vezes não aproveitando todo o potencial da rede. Já os equipamentos mais modernos, incluindo os mesh, utilizam a tecnologia beamforming, que permite uma transmissão de melhor qualidade, menos suscetível a interferências e com alcance ampliado, pois direciona o sinal de forma inteligente aos dispositivos conectados na rede Wi-Fi;
  • Operar em dual band – Os roteadores mesh são dual band, ou seja, operam em 2.4 e 5 Ghz. Assim, é possível utilizar sempre a melhor frequência e ainda conectar mais dispositivos. Por exemplo, em locais com muitas redes próximas utilizando a frequência 2.4 GHz é possível usar a banda de 5 GHz para aproveitar canais adicionais que estejam mais livres. Como os próprios dispositivos controlam o uso dessas frequências e canais de forma transparente, é possível aproveitar sempre a melhor capacidade da rede. É importante lembrar que para usar a rede 5 GHz e padrões wireless mais modernos, como o AC, que permitem maiores velocidades de conexão, os dispositivos pessoais (smartphones, TVs etc) devem ter suporte a esses tipos de tecnologias;
  • Distribuição de rede – Esse tipo de sistema controla automaticamente a distribuição da conexão na rede conforme a necessidade do usuário. A velocidade pode ser direcionada para uma determinada tarefa, dependendo do que for requisitado. Por exemplo, um streaming no computador ou um jogo online podem ter prioridade num período de tempo em relação a outras aplicações em uso no mesmo momento;
  • Controle parental – Alguns modelos possibilitam que sejam criadas redes para visitantes e perfis individuais, o que permite controlar (limitando a velocidade ou cortando o sinal por determinado período) o uso da internet por outras pessoas e membros da família, como as crianças;
  • Escalabilidade – O custo para ampliar a infraestrutura tem escalabilidade flexível. Não é necessário investir em roteadores mais potentes ou em repetidores para cobrir ambientes mais extensos, pois basta adicionar módulos (unidades avulsas) a uma mesma rede;
  • Melhor design – Diferente dos roteadores atuais, repletos de antenas, os dispositivos mesh possuem design mais discreto, moderno e elegante, não interferindo na estética do ambiente. Apenas um deles precisa ficar conectado ao modem ou outro ponto de internet, enquanto os demais precisam apenas serem ligados à tomada de energia, sem cabos ou antenas;
  • Integração IoT (internet das coisas) – Para tornar as casas inteligentes e totalmente conectadas, será preciso adotar este tipo de conexão. A tecnologia em malha possibilita que todos os dispositivos, como geladeiras, televisões, câmeras, alarmes, portões, entre tantos outros integrados com IoT, possam funcionar de forma plena, sem falhas no sinal ou baixa performance de conexão. Os sistemas mesh permitem mais equipamentos conectados ao mesmo tempo sempre entregando a melhor velocidade.
Lembrando que, como toda novidade, os dispositivos que utilizam a rede mesh ainda têm um custo mais elevado que os roteadores e os repetidores comuns. Porém, se você quer mais comodidade, performance e eficiência na conexão Wi-Fi, vale a pena investir nessa tecnologia. Só não esqueça de também contratar um plano de internet com boa velocidade junto ao seu provedor para navegar online com ainda mais rapidez.

Adquira os roteadores Twibi Fast na loja-on line, numa super oportunidade do dia dos pais:







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As Vantagens da Locação de serviços de tecnologia

Talita Santiago

Tendências de Tecnologia para 2020

Revista Negócios A internet 5G e os veículos autônomos chegam ao grande público. Internet das coisas, computação em nuvem, blockchain e inteligência artificial tornam-se mais populares...As tendências em tecnologia são muitas mas algumas delas terão destaque neste ano, influenciando no comportamento social e alterando a maneira de trabalhar de muitas pessoas. 
Multiexperiência Cada vez mais o mundo se torna, ele mesmo, smart.

Em 2020 devemos ver a afirmação de smart home, como Google Home e Amazon Alexa – que ganharam versões em português no fim de 2019 – e o avanço de wearables, como pulseiras e tênis inteligentes. A chegada das redes 5G (lá fora) dá meios para novas aplicações e dispositivos de realidade virtual e realidade aumentada.

O reconhecimento facial deve avançar no Ocidente – na China, já é onipresente –, afirma Vanessa Pegueros, chefe de segurança da OneLogin (uma empresa de gestão de acessos do Vale do Silício). “O iPhone popularizou essa tecnologia de tal maneira que …